BrasilDestaqueEconomiaManchetes

Folha GO – Falta de confiança atinge todos os setores da economia, mostra índice medido pela CNI

Falta de confiança para investir, contratar e produzir. Isso é o que mostra o resultado do ICEI – Índice de Confiança do Empresário Industrial Setorial, do mês de maio, divulgado nesta quinta-feira (28) pela CNI – Confederação Nacional da Indústria.

Os dados do estudo revelam que o resultado afetou todos os 29 setores da indústria de maneira generalizada, independente do setor, da região ou do tamanho. Esses números refletem o agravamento da crise econômica gerada pela pandemia do coronavírus.

Nenhum dos ramos avaliados alcançou o patamar de 50 pontos, o que demonstra a total falta de confiança no mercado. O indicador varia de 0 a 100, e 50 é a linha de corte. Portanto, qualquer valor abaixo disso é considerado negativo.

Neste mês, o índice de 14 setores caiu em relação a abril. Os de couro, manutenção de máquinas e equipamentos, químicos, calçados e materiais elétricos registraram as principais quedas.

De acordo com a CNI, houve melhora na confiança em 15 setores, na avaliação de maio, se comparado ao mês anterior, mas nada que possa reverter o cenário negativo que se instalou desde o começo da pandemia. Até porque, mesmo com esse aumento no índice em alguns ramos, nenhum deles atingiu a marca dos 50 pontos.

Marcelo Azevedo, economista da CNI, comentou que esses resultados, em muitos casos, estão muito próximos do piso histórico e até mesmo atingindo o pior valor da série neste mês de maio.

O ICEI mede a expectativa do empresário da indústria, por setor, em relação à economia brasileira, aos próprios negócios e às condições atuais de mercado.

Tags
Mostre mais

# EBC

EBC

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar