Goiás teve queda histórica de homicídios segundo Atlas da Violência

Avalie o Post post

Goiás alcança resultados significativos na redução da violência, revela o Atlas da Violência divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) nesta terça-feira. Entre 2020 e 2021, o estado testemunhou uma queda substancial nos indicadores de crimes violentos, destacando-se com uma redução de 18% nos homicídios, um declínio de 17% entre a população negra e uma expressiva diminuição de 27% nas mortes por armas de fogo.

Os números evidenciam Goiás como o terceiro estado com a maior redução na taxa de homicídios durante esse período, superando a média nacional de redução, que foi de 4,8%. Comparado a 2018, a queda de homicídios em Goiás atinge 35%, sendo que o número total de casos diminuiu em 16,8%, passando de 2.177 em 2020 para 1.812 em 2021. O Acre liderou com uma redução de 33%, seguido por Sergipe com 20,3%.

No entanto, alguns estados enfrentaram desafios crescentes, especialmente na região Norte do país, onde o Amazonas, o Amapá e Rondônia testemunharam os maiores aumentos percentuais. O estudo ressalta a constante e sistemática redução das taxas de letalidade em seis Unidades Federativas, incluindo Alagoas, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Paraíba e São Paulo, desde o início da série histórica.

O governador Ronaldo Caiado enfatiza que os investimentos em segurança pública têm sido prioritários em sua gestão e vê nesses dados a comprovação dos resultados positivos. “Nossas forças policiais estão integradas, possuem tecnologia, informação e contam com policiais capacitados para enfrentar a realidade do crime, que intimida o Brasil, mas não Goiás. Sem segurança pública, não há Estado Democrático de Direito, liberdade ou economia de mercado, nem mesmo a condição básica para a sobrevivência do cidadão”.

O estudo também aponta que Goiás se destaca no cenário nacional pela redução expressiva dos homicídios por arma de fogo. Registrando uma diminuição de 27% em 2021 em comparação com o ano anterior, o estado fica em segundo lugar nesse indicador, atrás apenas do Acre, com uma redução de 48%. Desde 2018, Goiás reduziu em 48% os crimes envolvendo armas de fogo, contrastando com a média nacional de apenas 2% de queda.

Além disso, o estado tem apresentado resultados promissores na proteção da juventude, com uma queda de 24,9% na taxa de homicídios entre pessoas de 15 a 29 anos, ficando atrás somente do Rio Grande do Norte (27,5%) e Acre (44,5%). A situação contrasta com os aumentos significativos registrados em Rondônia (45,3%) e no Amazonas (45,1%).

Quando analisada a faixa etária de crianças e adolescentes entre 5 e 14 anos, a redução dos homicídios em Goiás atinge um impressionante índice de 43,8%, enquanto a média nacional foi de 12,9%.

O Atlas da Violência também destaca a redução acima da média nacional nos homicídios de pessoas negras em Goiás. Com uma queda de 17% no número total desses crimes, o estado se sobressai em relação ao país, que registrou uma redução de apenas 3,5%. Ao considerar a taxa de homicídios em proporção à população, a queda em Goiás é ainda mais acentuada, alcançando 20,9%, contrastando com a média nacional de 3,9%.

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo