Governo de Goiás assume regulação do Cerof-UFG e triplica atendimentos oftalmológicos

Estadualização do Cerof-UFG reduz filas de espera e dobra captação de córneas em Goiás

Avalie o Post post

O Governo de Goiás assumiu a gestão da regulação do SUS junto ao Centro de Referência em Oftalmologia da Universidade Federal de Goiás (Cerof-UFG). A transferência da administração da unidade da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia para a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) foi anunciada nesta quinta-feira (13/06).

O vice-governador Daniel Vilela, representando o governador Ronaldo Caiado, visitou as instalações do Cerof acompanhado pelo secretário de Saúde, Rasível Santos, a reitora da UFG, Angelita Pereira de Lima, e o presidente do conselho do Cerof, Marcos Ávila. O novo convênio prevê um repasse mensal de R$ 2 milhões do Estado para custeio dos serviços, ampliando a abrangência do Cerof/UFG para os 246 municípios goianos através do apoio às Atenções Primária e Especializada de Saúde e do encaminhamento de pacientes pelo Complexo Regulador Estadual (CRE).

“Estamos avançando com essa parceria por acreditar que o Cerof pode ampliar a assistência oftalmológica. Temos que fazer do trabalho conjunto algo que supere as expectativas e resolva os problemas das pessoas, principalmente daqueles pacientes que estão na fila por uma cirurgia”, afirmou Daniel Vilela.

Triplicação de atendimentos

O secretário de Saúde, Rasível Santos, confirmou que a fila de espera por procedimentos oftalmológicos será reduzida, com a expectativa de triplicar o número de atendimentos. “Temos uma estrutura com vocação estadual. Mais do que isso, nacional, já que é uma referência para o país e estamos no coração do Brasil”, disse Rasível Santos.

A SES-GO estabeleceu metas para realizar mais de 5 mil consultas médicas e tratamentos especializados por mês, abrangendo catarata, problemas de retina, glaucoma, córnea, oftalmopediatria, tumores oculares e outras áreas. A média de cirurgias será de 800 por mês, com exames complementares diagnósticos incluídos no convênio.

O presidente do Conselho de Administração do Cerof-UFG destacou que, em seus 25 anos de existência, o Centro se preparou para estar vinculado ao Conselho de Regulação Estadual. “Com isso, passamos para um serviço moderno, abrangente, que identificará de forma mais eficaz os pacientes que precisam de assistência, para que sejam encaminhados adequadamente”, avaliou.

Aumento nos transplantes de córnea

Atualmente, 1.615 pacientes aguardam por um transplante de córneas no estado. A lista aumentou consideravelmente com a pandemia de Covid-19 e o fechamento do Banco de Olhos do Cerof. A espera para receptores por um transplante de córnea em Goiás é de cerca de dois anos e quatro meses.

As captações de córneas são feitas apenas em Goiânia e municípios próximos pelo Banco de Olhos da Fundação Banco de Olhos de Goiás (Fubog). Com a nova parceria, as captações poderão ser realizadas também em municípios do interior com hospitais de grande porte, habilitados a notificar óbitos de doadores de córneas.

Em 2023, Goiás realizou 621 transplantes de córneas, posicionando-se em 7º lugar entre os estados que mais realizaram esse tipo de transplante. A média, conforme a Central Estadual de Transplantes, é de 37 doadores de tecidos oculares por mês. “Mas ainda é nossa maior fila por transplantes no estado, o que pretendemos mudar com a parceria com o Cerof”, afirmou o secretário adjunto da SES, Sérgio Vencio.

Consultório móvel

O convênio também disponibilizará, a partir de agosto, dois consultórios numa unidade móvel, climatizada e adaptada para atender estudantes do ensino fundamental de escolas públicas com exames oftalmológicos. Nas escolas, será possível realizar de 80 a 100 consultas por dia, cuidando e prevenindo agravos à saúde dos olhos.

Por meio da UFG, o Cerof capacitará os professores das escolas públicas do estado para que eles façam a primeira triagem, utilizando o teste das letrinhas para identificar crianças com suspeita de dificuldades visuais.

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo