Governo de Goiás distribui 2 mil ingressos para o Festival Deu Praia em ação solidária

Avalie o Post post

Aqueles que doarem sangue, leite longa vida ou livros literários em bom estado serão convidados especiais para o Festival Deu Praia, que começa nesta quarta-feira (10/07) e vai até domingo (14/07) no Goiânia Arena. O Governo de Goiás disponibilizará 2 mil ingressos para esta edição do evento. A iniciativa é organizada pelas Secretarias de Estado da Cultura (Secult), de Esporte e Lazer (Seel), da Saúde (SES), Hemocentro e pelo programa Goiás Social.

Do total de 2 mil ingressos, 1 mil serão trocados por leite, 600 por livros e 400 destinados a doadores de sangue no Hemocentro de Goiás, mediante agendamento. A secretária de Estado da Cultura, Yara Nunes, explica que a Secult obteve os ingressos e decidiu realizar a campanha solidária em parceria com o Hemocentro para democratizar o acesso à cultura e, ao mesmo tempo, ajudar quem precisa. “Além de ajudar quem necessita de doação de sangue, como fizemos em 2023, desta vez ampliamos a iniciativa para incluir livros para o nosso Sistema de Bibliotecas, que doa exemplares a bibliotecas em todo o Estado”, afirma Yara Nunes.

A diretora técnica do Hemocentro de Goiás, Ana Cristina Novais, destaca que a ação é uma oportunidade para captar novos doadores e conscientizar a população sobre a importância da doação de sangue. “Doar sangue é um ato de solidariedade que pode salvar vidas. Além disso, é essencial para manter os estoques abastecidos e atender às demandas das unidades de saúde em Goiás”, reforça a diretora.

Para o secretário de Esporte e Lazer, Rudson Rosa Guerra, o Deu Praia é um evento consolidado no calendário de Goiás e que atrai um grande público, sendo uma excelente oportunidade para unir esporte e lazer com promoção social. “Desde o início da gestão do governador Ronaldo Caiado, em 2019, buscamos usar os espaços esportivos do Estado para eventos de lazer com arrecadações que possam ajudar os goianos em situação de vulnerabilidade, um trabalho liderado pela primeira-dama Gracinha Caiado”, enfatiza Guerra.

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo