Governo nomeia Magda Chambriard para a presidência da Petrobras

O Ministério de Minas e Energia (MME) indicou a engenheira Magda Chambriard para assumir a presidência da Petrobras, em substituição a Jean Paul Prates. Em nota oficial, a Petrobras informou que Prates solicitou ao Conselho de Administração da Companhia uma reunião para discutir o encerramento antecipado e negociado de seu mandato.

Com a confirmação de sua saída, Prates também renunciará ao cargo de membro do conselho.

Magda Chambriard é formada em engenharia química e civil, tendo iniciado sua carreira na Petrobras em 1980. Em 2002, foi transferida para a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), onde se tornou diretora em 2008 e diretora-geral em 2012, durante o governo de Dilma Rousseff.

Conforme o ofício enviado à Petrobras pelo MME, a indicação de Magda passará pelos procedimentos internos de governança corporativa, incluindo análises de conformidade e integridade, e será apreciada pelo Comitê de Pessoas e pelo Conselho de Administração.

Magda possui mestrado em engenharia química pela COPPE/UFRJ (1989) e graduação em engenharia civil pela UFRJ (1979). Ela se especializou em engenharia de reservatórios e avaliação de formações, além de produção de petróleo e gás, pela Universidade Petrobras.

Segundo o comunicado da Petrobras, Magda também realizou diversos cursos nas áreas de gestão em engenharia de produção, negociação de contratos de exploração e produção, gerenciamento de riscos, contabilidade, gestão, liderança e desenvolvimento para conselhos de administração.

No mês passado, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, reconheceu a existência de divergências públicas entre o presidente da Petrobras e o governo, mas classificou os rumores sobre a demissão como especulações.

Avalie o Post post

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo