DestaqueManchetesTecnologia

Jornais de Goiás – O Alasca se conectará aos EUA continentais por meio de uma rede de fibra óptica de 100 terabits

No final do ano passado, o comissário republicano da FCC, Brendan Carr, recebeu um ” chamado ” de residentes remotos do Alasca que estavam preocupados com a falta de acesso à internet – e eles não estavam errados. O Alasca tem, em média, algumas das conexões de Internet mais lentas do país, principalmente devido à sua distância do resto dos Estados Unidos continentais.

Mas os alasquianos remotos podem ver velocidades mais rápidas em breve. A MTA Fiber Holdings anunciou hoje que construirá a “primeira e única rede terrestre de fibra ótica” do Alasca até o Lower 48. A linha começará no Pólo Norte, no Alasca, e viajará pelo Canadá, conectando-se a transportadoras canadenses, onde ele finalmente se conectará com “qualquer grande hub” nos EUA. A grande maioria das conexões atuais do Alasca com a Internet global é feita através de um punhado de cabos submarinos , satélites ou conexões sem fio.

“Este é um passo importante para o Alasca, que garantirá os futuros requisitos de capacidade para os membros do MTA e poderá apoiar o crescimento contínuo da banda larga em todo o estado do Alasca”, disse Michael Burke, CEO da MTA, em um comunicado.

De acordo com o comunicado de imprensa, somente o tráfego de internet originado e finalizado nos EUA será transportado pela rede.

Esta nova rede de fibra ótica terá capacidade inicial de fornecer 100 terabits por segundo. Em um comunicado de imprensa, a MTA disse que essa taxa de entrega poderá aumentar no futuro. Burke disse que a construção já começou e que a rede deve ser concluída no próximo ano.

“Os líderes do Alasca falaram sobre um caminho de fibra ótica terrestre fora do estado por mais de 20 anos. Temos o prazer de sermos capazes de tornar isso realidade ”, disse Burke. “Esta será uma grande vitória para as pessoas que vivem, jogam e trabalham no Alasca, apoiando negócios, crescimento de empregos e, finalmente, a economia do estado.”

Jornais de Goiás – O Alasca se conectará aos EUA continentais por meio de uma rede de fibra óptica de 100 terabits
5 (100%) 1 vote[s]
Tags

# Sandro Jota

Sandro é jornalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo