CiênciaDestaqueManchetesTecnologia

Jornal de Goiânia – Bolívia para construir museu no fundo do ‘lago sagrado’

Titicaca é considerado um lago sagrado pelos habitantes locais, do qual se diz que a lendária figura Manco Capac emergiu

A Bolívia deve construir um museu subaquático em seu sagrado Lago Titicaca, disse o ministro da Cultura.

O movimento vem depois que milhares de artefatos inestimáveis ​​foram descobertos no fundo do abismo.

“Será um complexo turístico e um centro de pesquisa arqueológica, geológica e biológica, que o tornará o único no mundo”, disse o ministro da Cultura, Wilma Alanoca, na terça-feira.

O museu custará US $ 10 milhões (8,6 milhões de euros) para construir, em parceria com a agência belga de desenvolvimento Enabel. Alanoca disse que a Bélgica e a Unesco contribuiriam com US $ 2 milhões para o projeto.

Titicaca ocupa um lugar importante no coração da população local – reza a lenda que Manco Capac, filho do deus-sol e sua esposa Mama Ocllo, emergiu de suas águas.

Uma das principais figuras da mitologia inca, acredita-se que Manco Capac tenha fundado a cidade peruana de Cusco, a capital histórica do Império Inca dos séculos XIII a XVI.

Titicaca ocupa uma área de 8.500 quilômetros quadrados (3.300 milhas quadradas) e atravessa a fronteira entre a Bolívia e o Peru. A mais de 3.800 metros de altitude, é o corpo de água doce mais alto do mundo, que é navegável por grandes embarcações.

Foi o berço de várias culturas locais antes da chegada dos colonizadores espanhóis.

As escavações mais recentes revelaram 10.000 artefactos, feitos de osso, cerâmica e metal, utensílios de cozinha, bem como restos humanos e animais, que remontam ao pré-Tiwanaku (antes de 300 dC), Tiwanaku (300-1100) e Inca ( 1100-1570) eras.

O museu ficará situado perto da cidade de San Pedro de Tiquina, a cerca de 100 quilômetros da capital La Paz.

Jornal de Goiânia – Bolívia para construir museu no fundo do ‘lago sagrado’
5 (100%) 1 vote[s]
Tags

# Max Oliveira

Max é jornalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo