Jornal Folha de Goiás – ‘120 Beats per Minute’ ganha o melhor filme em ‘Oscar francês’

Roteirista e diretor Robin Campillo (R) entregou um discurso encadeado pelos produtores Marie-Ange Luciani (2L) e Hugues Charbonneau (L) e presidente da Act Up Paris Remy Hamai (2R) após vencer o prêmio Melhor longa-metragem em Os César 2 de março de 2018.

“120 batidas por minuto” (120 battements par minute) ganhou o melhor filme na noite de sexta-feira no “Oscar francês” – os Cesars – onde muitos participantes usavam fitas brancas em protesto contra a violência contra as mulheres.

O filme de Robin Campillo, que conta a história dos ativistas franceses da AIDS na década de 1990, recebeu 13 indicações e levou seis gongs, incluindo o melhor filme.

O prêmio do melhor diretor foi para Albert Dupontel para “Au Revior la-haute”, uma adaptação de um romance Pierre Lemaitre sobre a amizade entre dois soldados da Primeira Guerra Mundial.

Jeanne Balibar levou a melhor atriz para sua performance em “Barbara”, enquanto Swann Arlaud foi premiada com o melhor ator por seu papel em “Petit Paysan”.

Mostre mais

# Aline Morais

Aline Morais é jornalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo