Jornal Folha de Goiás – Divulgado índice de preços de derivados lácteos em julho

No mês de julho, o índice de preços da cesta de derivados lácteos apresentou queda em relação ao mês anterior, e fechou em -3,47%.

O número é resultado da média ponderada da variação dos preços médios dos cinco itens que compõem a cesta definida pela Câmara Técnica e de Conciliação da Cadeia Láctea de Goiás: leite UHT integral, leite em pó integral, queijo muçarela, leite condensado e creme de leite a granel.

Os dados foram apresentados à Câmara Técnica e de Conciliação da Cadeia Láctea de Goiás em 31 de julho e publicados no Boletim de Mercado do Setor Lácteo Goiano.

Já disponível no site da Seapa, a publicação mostra a variação de preços de cada um dos produtos.

VARIAÇÕES

O creme de leite a granel, sozinho, registrou a maior oscilação, de -7,74%. Em seguida, registrando -4,06%, vem o leite em pó integral, seguido pelo leite condensado, com -3,74%.

Finalizam a cesta definida pela Câmara Técnica, o leite UHT integral, cujo preço variou -2,72%; e o queijo muçarela, que apresentou -2,70% de oscilação.

Conforme explica a superintendente de Produção Rural da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Goiás (Seapa), Patrícia Honorato, o índice é voltado para o setor produtivo do leite, ajudando na tomada de decisão de preço.

METODOLOGIA SIMPLIFICADA

“Com esse índice, os produtores goianos têm uma melhor ideia do preço que será recebido e a indústria também pode ter melhores condições de analisar o valor a ser ofertado. Há outras ferramentas disponíveis, mas o índice divulgado mensalmente no Boletim de Mercado do Setor Lácteo Goiano, desenvolvido pelo Instituto Mauro Borges (IMB) em conjunto com o setor, traz uma metodologia simplificada, com dados confiáveis e dentro do contexto regional no qual o setor está inserido”, ressalta.

A Câmara Técnica e de Conciliação da Cadeia Láctea de Goiás é composta por representantes da Seapa, IMB, Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), Sindicato das Indústrias de Laticínios no Estado de Goiás (Sindileite) e Secretaria-Geral da Governadoria (SGG).

Clique aqui e acesse a edição de julho do Boletim de Mercado do Setor Lácteo Goiano.

 

 

 

 

Fonte: Governo do Estado de Goiás.

Avalie o Post post

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo