BrasilDestaqueGoiâniaGoiásManchetesPolítica

Jornal Folha de Goiás – Efeito Bolsonaro duplica presença de militares no Congresso

O candidato Jair Bolsonaro (C) posa com um grupo de soldados durante uma cerimônia militar realizada em 3 de maio de 2018 em São Paulo

O sucesso de Jair Bolsonaro – um capitão da reserva do Exército – nas eleições presidenciais de domingo mais do que duplicou a eleição de militares para o Congresso.

No total, 22 candidatos que se declararam militares – da ativa, da reserva ou reformados – foram eleitos no domingo para a Câmara dos Deputados, contra dez da atual legislatura, segundo números obtidos com a Agência Brasil.

Para o Senado foram eleitos dois militares, incluindo Sérgio Olimpio Gómes, conhecido como major Olimpio, que obteve mais de nove milhões de votos no Estado de São Paulo.

O major Olimpio é membro do Partido Social Liberal (PSL), de Bolsonaro, cujo número de deputados saltou de oito para 52 após a eleição de domingo, incluindo 13 militares.

Nas Assembleias Legislativas eleitas nos 27 estados do país, a Agência Brasil informa a presença de mais de 60 militares.

“Significa que hoje diminuiu o ranço contra os militares. O afastamento do regime militar foi diminuindo esse preconceito. O fato de as Forças Armadas terem um alto grau de credibilidade, favorece essa intenção de se candidatar”, afirmou o general da reserva Augusto Heleno Ribeiro Pereira, um dos conselheiros de Bolsonaro.

Jornal Folha de Goiás – Efeito Bolsonaro duplica presença de militares no Congresso
5 (100%) 1 vote
Tags

# AFP

AFP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *