Jornal Folha de Goiás – GovTech seleciona startups que criem soluções inovadoras para o serviço público

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e o Hub Goiás lançaram, na manhã desta quarta-feira (30/08), o Programa GovTech, a primeira iniciativa de inovação aberta do Estado para que startups desenvolvam soluções digitais para o setor público.

O objetivo do programa é alcançar, por meio da tecnologia, ciência e inovação, soluções inovadoras para os desafios enfrentados por órgãos governamentais.

Na primeira etapa, o GovTech será voltado para Saúde, Educação e Administração, em parceria com as secretarias dessas áreas. O titular da Secti, José Frederico Lyra Netto, ressalta que o propósito da iniciativa é melhorar o atendimento e a entrega de serviços aos cidadãos.

A ideia desse programa de inovação aberta é usar toda a inteligência coletiva que está na sociedade. Nossos servidores são muito bons, mas entendemos que a sociedade também pode ajudar com essa inovação”.

O superintendente do Hub Goiás, que é administrado pelo Porto Digital, Leonardo Magalhães, apresentou os detalhes do programa que vai selecionar as startups com as melhores soluções a partir de critérios como: o potencial de resolução do problema, a capacidade de execução da equipe, o grau de desenvolvimento da solução e a comparação em relação às opções concorrentes de mercado. Ao final do processo, poderão ser selecionadas até 12 propostas.

INSCRIÇÕES AO GOVTECH

As inscrições seguem abertas até o dia 29 de setembro, e as startups interessadas devem acessar o site do Hub Goiás para submeter as propostas. O resultado da primeira seleção será divulgado no dia 20 de outubro, e as propostas selecionadas seguirão as próximas etapas do programa.

Podem concorrer no programa startups de todo o país, que receberão um aporte para desenvolver as soluções na fase inicial, e podem ser contratadas pelas secretarias de Goiás para implementar a tecnologia desenvolvida.

Foram levantados 12 desafios enfrentados pelas secretarias participantes do projeto. As soluções devem dar mais rapidez aos processos administrativos, facilitar o acesso dos cidadãos aos serviços públicos, implantar melhorias no atendimento à população e resolver questões latentes, como criação de ambientes mais seguros, combate às falsas informações em saúde (fake news) e à evasão nas escolas.

 

 

 

 

 

Fonte: Governo do Estado de Goiás.

Avalie o Post post

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo