BrasilDestaqueGoiâniaGoiásManchetesPolítica

Jornal Folha de Goiás – Haddad substitui Lula como candidato do PT à presidência

Simpatizantes de Lula dão seu apoio do lado de fora da sede da PF em Curitiba

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva abriu mão de sua candidatura presidencial nesta terça-feira (11), no último dia do prazo legal, e designou como substituto seu companheiro de chapa, Fernando Haddad.

Isso foi feito ao seu estilo: com uma emocionante carta que encerrou os dias de tensão sobre o futuro do PT e com a cúpula do partido reunida em frente à prisão onde o ex-presidente cumpre pena de doze anos e um mês por corrupção e lavagem de dinheiro.

“Quero pedir, de coração, a todos que votariam em mim, que votem no companheiro Fernando Haddad para Presidente da República”, afirmou Lula em uma carta lida às centenas de manifestantes reunidos em frente à sede da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, onde o ex-presidente está preso cumprindo pena de 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) invalidou a candidatura de Lula, de 72 anos, em 1º de setembro, por causa de sua situação judicial, e convocou o PT para indicar seu substituto antes das 19h do horário local, sob a pena de ser excluído das eleições de 7 de outubro.

“É diante dessas circunstâncias que tenho de tomar uma decisão, no prazo que foi imposto de forma arbitrária”, explicou Lula, enquanto manifestantes gritavam: “Brasil, urgente, Haddad presidente”.

– ‘Cabeça erguida’ –

Horas antes, a executiva nacional do PT ratificou as instruções dadas por Lula a seu substituto na véspera, quando passaram quase seis horas reunidos na prisão.

Haddad, que como advogado de Lula pode visitá-la com mais frequência, voltou a vê-lo nesta terça-feira em duas ocasiões, até pouco depois das 17H00.

Ao deixar o prédio da Polícia Federal, Haddad falou pela primeira vez como candidato oficial do PT.

“É hora de sair para a rua de cabeça erguida e ganhar essa eleição”, disse, após lamentar a ausência de Lula.

Ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo, Haddad, de 55 anos, formará chapa com Manuela D’Ávila, de 37, do Partido Comunista do Brasil (PCdoB).

“Temos uma tarefa monumental pela frente”, reconheceu, ao lado de sua companheira de chapa e por pesos-pesados do partido, como a ex-presidente Dilma Rousseff.

Lula era o grande favorito em todas as pesquisas eleitorais, e sua intenção de voto subiu mesmo depois de ser condenado.

O líder sindical, alvo de outros cinco processos, se declara inocente em todos e denuncia um assédio judicial e midiático para impedir que o PT volte ao poder.

– Corrida contra o tempo –

Agora, Lula terá menos de quatro semanas até o primeiro turno para tentar transferir seu prestígio a Haddad – muito desconhecido em diversas regiões do país, mesmo entre seguidores do ex-presidente.

O herdeiro recebeu um sinal encorajador na segunda-feira, com a publicação de uma pesquisa do Datafolha que dá a ele 9% das intenções de voto, cinco pontos percentuais a mais que na pesquisa anterior de agosto, quando o TSE ainda não invalidara a candidatura de Lula.

Essa porcentagem o coloca no pelotão dos que têm condições de disputar o segundo turno, de acordo com a pesquisa, que dá o primeiro lugar, com 24% das intenções de voto, ao deputado Jair Bolsonaro, que convalesce em um hospital em São Paulo por causa da facada no abdômen durante um ataque no comício da semana passada em Juiz de Fora.

Ciro Gomes (PDT) está em segundo lugar, com 13%.

Os votos de indecisos, assim como o crescimento de Ciro e o lançamento de Haddad – dois candidatos com posições econômicas similares – foram mal recebidos por investidores do mercado financeiro.

Pouco antes do fechamento, a Bovespa caía 2,33% e o dólar valia R$ 4,176, contra R$ 4,094 na véspera.

Jornal Folha de Goiás – Haddad substitui Lula como candidato do PT à presidência
5 (100%) 1 vote
Tags

# AFP

AFP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *