BrasilDestaqueGoiâniaGoiásManchetesSaúde

Jornal Folha de Goiás – Médicos poderão fazer consultas a distância

Contudo, segundo relator da resolução da telemedicina no país, será preciso investir em tecnologia em localidades desprivilegiadas

O Conselho Federal de Medicina (CFM) deve publicar no Diário Oficial desta semana o texto que regulamenta a telemedicina. Em entrevista ao programa Revista Brasil, o integrante do CFM e relator da resolução, Aldemir Soares, ressaltou que a população ganha à medida que se aproxima mais o médico de comunidades distantes e remotas.

A partir do momento que a resolução for publicada, os médicos poderão fazer consulta, diagnóstico e até cirurgias a distância.

“Na consulta regular, depois da consulta presencial, é possibilitado ao médico e ao paciente que eles façam o controle via telemedicina, para que a pessoa não tenha que retornar ao consultório apenas para mostrar um resultado de exame”, completa.

Ele acredita que é necessário um investimento alto na telemedicina na saúde pública.

Sobre o fato da falta de energia elétrica e internet em lugares longínquos e no interior, o que impossibilitaria o uso da telemedicina, o doutor Adelmir defende: “Hoje a gente entende que muitas comunidades vão ter dificuldade. Mas esse investimento não é tão importante do ponto de vista do benefício que ele pode levar, e eu acho que é só uma questão de fazer uma sistematização de como investir e quando.”

Avalie esta postagem
Tags

# EBC

EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo