CiênciaDestaqueGoiâniaGoiásManchetesTecnologia

Jornal Folha de Goiás – NASA pronta para lançar a primeira espaçonave em direção ao sol

Esta ilustração de folheto da NASA / Johns Hopkins APL mostra a concepção artística da Parker Solar Probe da NASA, a espaçonave que voará pela coroa do Sol para traçar como a energia e o calor se movem através da atmosfera da estrela

A NASA está pronta para lançar uma espaçonave de US $ 1,5 bilhão em uma jornada brutalmente quente em direção ao Sol, oferecendo aos cientistas a visão mais próxima de nossa estranha e misteriosa estrela.

Depois que a Parker Solar Probe decolar de Cabo Canaveral, na Flórida, em 11 de agosto, ela se tornará a primeira espaçonave a voar pela atmosfera escaldante do Sol, conhecida como a coroa.

Entender como a corona funciona ajudará os cientistas a prever tempestades meteorológicas perigosas no espaço, o que pode atrapalhar a rede elétrica na Terra.

“É de fundamental importância para nós podermos prever o clima espacial da mesma forma que prevemos o clima na Terra”, explicou Alex Young, cientista solar da NASA.

A coroa é um “ambiente muito estranho e desconhecido para nós”.

– ‘toque o sol’ –

A sonda não-tripulada recebeu o nome de Eugene Parker, astrônomo solar pioneiro de 91 anos de idade, e a agência espacial dos EUA cunhou-a como a primeira missão a “tocar o sol”.

Ele irá de fato percorrer uma distância de 3,86 milhões de quilômetros acima da superfície do Sol.

Os gerentes da missão dizem que isso pode soar como muito, mas é realmente um barbear rente, dadas as condições sufocantes que estão por aí.

O lado da sonda, voltado para o Sol, irá suportar temperaturas de 1.370 graus Celsius.

A nave espacial é protegida por um escudo de calor que irá mantê-lo mais perto da temperatura ambiente, cerca de 85 graus Fahrenheit.

Acelerar a um ritmo de 430.000 milhas por hora irá torná-lo “o objeto humano mais rápido”, disse o cientista do projeto Nicky Fox, do Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins.

Ao longo de sua missão de sete anos, a espaçonave pretende passar pela corona 24 vezes, o que Fox diz que faz uma “jornada incrivelmente ousada”.

– Por que a corona? –

Ao contrário de uma fogueira, que parece mais quente na fonte, o calor do Sol fica mais intenso ainda mais longe de sua superfície.

“À medida que saímos da superfície do Sol, que é de 10.000 graus Fahrenheit, e subimos para a coroa, nos encontramos rapidamente em milhões de graus”, disse ele.

A NASA considera esse descompasso “o problema de aquecimento coronal”, e espera que a Sonda Solar Parker resolva o mistério de por que a corona atinge temperaturas de até 10 milhões de graus Fahrenheit.

Fox disse que os cientistas já estudaram a corona “de todas as maneiras imagináveis”, e agora é necessário um olhar mais atento.

“Precisamos entrar nessa região de ação, onde todos esses mistérios estão realmente ocorrendo.”

– escudo térmico –

A sonda é protegida por um escudo composto de carbono de 4,5 cm de espessura (11,43 centímetros), construído para suportar 500 vezes a radiação do Sol na Terra.

Uma série de instrumentos a bordo da espaçonave medirá os campos magnéticos e elétricos, as ondas de plasma e as partículas de alta energia.

Há também um fotômetro de luz branca, tirando fotos do que a espaçonave está prestes a “atravessar”, disse Fox.

“O objetivo é ter os instrumentos o tempo todo, mas a principal reunião científica para nós é de cerca de 11 dias”, disse ela a repórteres antes do lançamento.

Uma janela de lançamento de 45 minutos abre no sábado às 3:48 (0748 GMT).

Aguardando a decolagem, a sonda do tamanho de um carro já está colocada no foguete Delta IV-Heavy, na Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida.

Jornal Folha de Goiás – NASA pronta para lançar a primeira espaçonave em direção ao sol
5 (100%) 1 vote
Tags

# Max

Max é jornalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *