DestaqueEconomiaManchetesMundo

Jornal Folha de Goiás – Preços do petróleo caem com redução de demanda e baixa oferta

 Os preços do petróleo caíram nesta sexta-feira (14/08),  já que os investidores temiam que a demanda se recuperasse mais devagar  do que o esperado devido o coronavírus, enquanto o aumento da oferta também ofuscou a boa expectativa sobre a queda dos estoques de petróleo e combustível.

Nesta semana, dois analistas,  a Agência Internacional de Energia e a Organização dos Países Exportadores de Petróleo, reduziram suas previsões de demanda de petróleo para 2020.  A OPEP e seus aliados estão aumentando a produção este mês.

“O pessimismo sobre as perspectivas de crescimento da demanda de petróleo neste ano se deve ao enfraquecimento das perspectivas nos próximos meses”, disse Stephen Brennock, da corretora de petróleo PVM.

“Para piorar as coisas, a oferta global de petróleo está em alta.”

Os preços foram impulsionados por dados repassados do governo dos EUA, mostrando estoques de petróleo bruto, gasolina e destilados caindo na semana anterior, enquanto as refinarias aumentaram a produção e a demanda por derivados de petróleo aumentou.

“Se essa tendência continuar, é muito favorável aos preços e deve elevar os preços”, disse Phil Flynn, analista sênior do Price Futures Group em Chicago.

“O que nos impede de pensar é que o mercado ainda tem medo do que vai acontecer a seguir com o vírus.”

A OPEP e seus aliados, incluindo a Rússia, um grupo conhecido como OPEP +, cortaram a produção desde maio/2020 em aproximadamente 10% da demanda global pré-pandemia para incentivar o mercado. O acordo prevê um aumento na produção em agosto, conforme a demanda se recupera lentamente.

 

 

Mostre mais

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo