Jornal Folha de Goiás – Rio de Janeiro tem 80% da população com imunização completa contra a covid-19

Entre quem tem 12 anos ou mais, vacinação atinge 93,5%

A cidade do Rio de Janeiro atingiu a marca de 80% da população com a imunização completa contra a covid-19. De acordo com dados da prefeitura, atualizados hoje (22), de toda a população carioca 80,1% tomaram duas doses ou a dose única da vacina. Considerada a população de 12 anos ou mais, a imunização chegou a 93,5%.   

“E você que tá devendo vacina, pelo amor de Deus, meu filho, #SóVem logo! Não é hora de dar mole, mas… Chegamos a 80% e a gente aqui na Pref [prefeitura] não tá cabendo em si de orgulho da nossa cidade e de vocês cariocas”, disse, pelo Twitter, a prefeitura da cidade.

Com a marca da vacinação associada a outros fatores, como internações e número de casos, o Comitê Especial de Enfrentamento à Covid-19 (CEEC), que assessora cientificamente a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Rio de Janeiro, deliberou por não impor restrições ao carnaval na cidade. Em 2022, a folia será nos dias 26, 27 e 28 de fevereiro e 1º de março, terça-feira.

Também pelo Twitter, o prefeito Eduardo Paes ponderou que a avaliação do CEEC refere-se ao cenário atual. “Vamos acompanhando”, disse. No último dia 15, o prefeito disse que, caso não haja mudanças no quadro, pelo menos a realização dos desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí está garantida.

Ômicron no Rio

Esta semana, o Rio confirmou o primeiro caso importado da variante Ômicron, que se espalha mais facilmente do que o vírus Sars-CoV-2 originário e do que variantes como a Delta. No mundo, a variante vem se disseminando e determinando o aumento de medidas restritivas.

“Temos uma nova variante chegando à cidade e a última coisa que queremos é repetir a alta de casos que tivemos no fim do ano passado. Bora evitar aglomerações, deixar as janelas abertas quando possível e manter o uso das máscaras, principalmente em ambientes fechados”, alerta a prefeitura pelo Twitter.

Pelo calendário oficial, pessoas com 56 anos ou mais com a imunização completa devem tomar esta semana a dose de reforço da vacina da covid-19.

Também devem tomar a dose de reforço aqueles com 18 anos ou mais que tomaram a segunda dose há cerca de 5 meses. Quem desejar antecipar a aplicação devido a problemas de saúde, viagem ou outras questões pessoais também pode comparecer aos postos. O intervalo mínimo é de três meses.

Mostre mais

# EBC

EBC. Os artigos são de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do veículo.

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
error: O conteúdo está protegido!