Jornal Folha de Goiás – Serviço Florestal Brasileiro realiza IFN no sudeste do Amazonas

A fase atual é a coleta de dados em campo numa área de 13 milhões de hectares

O Serviço Florestal Brasileiro deve concluir em novembro deste ano o primeiro ciclo do Inventário Florestal Nacional do Amazonas. Estão sendo coletados dados em campo em uma área de 13 milhões de hectares no sudeste do estado.

Essa etapa do projeto tem o apoio financeiro do Fundo Amazônia e terá o custo total de cerca de R$ 2,3 milhões. O recurso financia uma equipe contendo 21 pessoas.

A coleta de dados é feita diretamente nas florestas e inclui a coleta de amostras botânicas e de solo, a medição das árvores e a realização de entrevistas com os moradores das proximidades, em 170 unidades amostrais. O objetivo é avaliar a qualidade e as condições das florestas e a sua importância para as pessoas.

No bioma Amazônia, já foi concluído o IFN de Rondônia, que está sendo impresso. Os relatórios do Acre e Roraima estão em elaboração. Além disso, já foram realizados levantamentos de campo e aguardam elaboração de relatórios sobre as informações coletadas as seguintes áreas: região do entorno da cidade de Manaus, noroeste do Mato Grosso, leste do Estado do Pará, porção do bioma localizado no estado do Tocantins, porção do bioma localizado no Maranhão.

IFN

Para o diretor de Pesquisa e Informações Florestais substituto do SFB, Gustavo Pinho, realizar o Inventário Florestal na Amazônia não é uma tarefa fácil, dada extensão e a dificuldade de acesso, mas de grande interesse para a formulação de políticas públicas.

“Trará informações sobre uma região ainda pouco conhecida em relação a biodiversidade. Além disso, possui uma alta concentração de Unidades de Conservação federais e estaduais, muitas das quais de interesse do governo para entrarem no programa de concessão florestal’, avaliou.

O Brasil possui mais da metade do seu território (55%) coberto por florestas e abriga a maior extensão de florestas tropicais do planeta. Assim, conhecer e monitorar toda a biodiversidade florestal é uma necessidade e um desafio para o país. O SFB já coletou dados do IFN em 25 estados e no Distrito Federal, totalizando 49% do território nacional.

As informações produzidas servem principalmente para apoiar a formulação de políticas públicas e ajudar a identificar estratégias e oportunidades para o uso sustentável, recuperação e conservação dos recursos florestais, além de disponibilizar para toda a sociedade dados sobre a situação das florestas brasileiras.

 

 

Informações: MAPA

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo