Mais de 600 atendimentos no Hospital Estadual de Águas Lindas em duas semanas

5/5 - (1 vote)

O Hospital Estadual de Águas Lindas (Heal) de Goiás completou duas semanas de funcionamento atendendo as expectativas dos dirigentes, colaboradores e pacientes recebidos na unidade. O Heal foi inaugurado pelo governador Ronaldo Caiado no dia 17 de junho, quando já funcionava e recebia pacientes encaminhados pela Secretaria de Estado de Saúde, em sintonia com os municípios, em especial os da região do Entorno do Distrito Federal.

Nos primeiros quinze dias de operação, o hospital realizou mais de 600 atendimentos, destacando-se pela eficiência e qualidade dos serviços prestados. Entre os atendimentos, foram contabilizadas 24 internações, 274 consultas ambulatoriais médicas e outras 183 consultas não médicas, que incluem especialidades como psicologia clínica, nutrição e fonoaudiologia. A unidade disponibiliza uma equipe diversificada de profissionais, incluindo ginecologistas, cirurgiões vasculares, cardiologistas, ortopedistas e cirurgiões gerais.

A enfermeira Janaina Vaz da Silva Milanez expressou sua satisfação em fazer parte da equipe do Heal. “Estamos entregando uma assistência hospitalar de qualidade. É gratificante ver o hospital nascer e poder contribuir para isso”. Já Marco César Rodrigues da Silva, 38 anos, de Luziânia, que está internado na enfermaria, elogiou a assistência recebida e o empenho dos profissionais para garantir atenção de qualidade aos pacientes e acompanhantes. “Quero agradecer muito o tratamento que recebo aqui, desde o pessoal da enfermagem, os médicos, os funcionários que preparam a alimentação que trazem todos os dias. Está tudo muito bom”, destacou.

Nilmar Lopes, gerente assistencial do Heal, destacou a importância de cumprir os protocolos de atendimento nos primeiros dias de funcionamento para garantir a eficácia e qualidade dos serviços prestados. “É importante nesses primeiros dias cumprirmos todo o protocolo de ações para aferir o entrosamento das equipes, o nível técnico dos serviços prestados e podermos corrigir o que for preciso. Tudo isso para garantir que a capacitação dos nossos profissionais se reverta em um serviço de saúde de excelência com máxima humanização”, comentou Nilmar. Ele ressaltou que a partir de agora os serviços serão intensificados de acordo com os encaminhamentos demandados pela Central de Regulação do Estado de Goiás.

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo