Mercado ajusta previsão da inflação para 3,98% em 2024

Avalie o Post post

A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, subiu de 3,96% para 3,98% em 2024, segundo o Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (24) pelo Banco Central (BC). A pesquisa semanal reflete as expectativas de instituições financeiras para os principais indicadores econômicos.

Para 2025, a estimativa da inflação aumentou de 3,8% para 3,85%. Já para 2026 e 2027, as previsões são de 3,6% e 3,5%, respectivamente.

A estimativa para 2024 está dentro da meta de inflação definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), que é de 3%, com uma margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Isso significa que a meta pode variar entre 1,5% e 4,5%. Para 2025 e 2026, a meta permanece em 3%, com a mesma tolerância.

Em maio, a inflação foi de 0,46%, impulsionada pelos preços de alimentos e bebidas, após ter registrado 0,38% em abril, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nos últimos 12 meses, o IPCA acumula uma alta de 3,93%.

Para conter a inflação, o Banco Central utiliza a taxa Selic, atualmente fixada em 10,5% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom). A alta recente do dólar e o aumento das incertezas econômicas levaram o BC a interromper a sequência de cortes na Selic, mantendo a taxa inalterada após sete reduções consecutivas.

O mercado financeiro prevê que a Selic permaneça em 10,5% até o final de 2024. Para 2025, a estimativa é de que a taxa caia para 9,5% ao ano, e para 2026 e 2027, a previsão é que ela se reduza para 9% ao ano.

A projeção para o crescimento do PIB em 2024 aumentou ligeiramente de 2,08% para 2,09%. Para 2025, a previsão de crescimento econômico é de 2%, assim como para 2026 e 2027.

A cotação do dólar está projetada em R$ 5,15 para o final deste ano e deve permanecer nesse patamar até o final de 2025.

Mostre mais

# Gil Campos

Gil Campos é jornalista, publicitário e fundador/diretor do Jornal Folha de Goiás, Jornal Opinião Goiás e Agência Ideia Goiás. Fale com Gil Campos Whatsapp (62) 99822-8647 [email protected] [email protected] [email protected]

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo