ANÚNCIO

Novos Investimentos de R$139,3 Milhões Impulsionam Sistemas de Água e Esgoto em Goiânia

A administração municipal de Goiânia, em colaboração com o Governo de Goiás e a Saneago, anunciou na sexta-feira (8/3) um conjunto de obras destinadas à expansão e reforço dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário na cidade. Com um aporte financeiro totalizando R$139,3 milhões, esses investimentos visam impulsionar o crescimento e o desenvolvimento da capital.

“Estamos liderando esse esforço em parceria com a Saneago e o Governo de Goiás. Nosso objetivo é garantir que cada cidadão de Goiânia, assim como aqueles que escolheram nossa cidade para viver, tenha acesso a serviços de saneamento básico e água tratada de forma segura, sem receio de escassez”, afirmou o prefeito Rogério.

O prefeito também destacou que atualmente Goiânia já trata 98% da água consumida, apresentando a menor taxa de perdas do país, que chega a quase 12%. “Em termos de saneamento básico, estamos atingindo mais de 80% da população, graças ao contrato firmado com a Saneago.”

Entre as obras anunciadas, destaca-se a Conexão Cristina, com um investimento de R$ 72,3 milhões, que visa integrar completamente os sistemas João Leite e Meia Ponte. Além disso, estão previstos serviços de reforço e modulação de rede na Região Noroeste (R$ 9,3 milhões), a duplicação da adutora na Região Sudoeste (R$ 13,9 milhões) e a ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto do Parque Atheneu (R$ 43,8 milhões).

O governador Ronaldo Caiado expressou sua gratidão à Goiânia e à Região Metropolitana pela continuidade do contrato com a Saneago, ressaltando que isso possibilita investimentos em cidades menores e o acesso à tarifa social. “A manutenção desse contrato é crucial para subsidiar água em 245 municípios de Goiás”, explicou.

A Conexão Cristina permitirá atender uma vasta região que se estende do Norte ao Sudoeste de Goiânia, além das cidades de Noroeste de Aparecida de Goiânia, Goianira e Trindade, que atualmente são abastecidas pelo Sistema Meia Ponte. Atualmente, 64% do abastecimento de água da capital provém do Ribeirão João Leite, enquanto 36% vêm do Rio Meia Ponte.

Hudson Novaes, presidente da Agência de Regulação de Goiânia (AR), enfatizou que os serviços prestados pela Saneago foram planejados em conjunto com a administração municipal, conforme estipulado no contrato de concessão assinado em 2019, garantindo o atendimento às necessidades da cidade pelos próximos 30 anos.

Por sua vez, Ricardo José Soavinski, diretor-presidente da Saneago, ressaltou que os investimentos não só beneficiarão Goiânia, mas toda a Região Metropolitana, proporcionando segurança hídrica e acompanhando o crescimento das cidades. Ele enfatizou que a companhia possui condições financeiras para continuar realizando investimentos significativos no futuro.

Avalie o Post post

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo