ANÚNCIO

Operação conjunta apreende seis toneladas de carne imprópria em Goiânia

Na manhã desta quinta-feira (14/03), uma ação coordenada entre a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), a Vigilância Municipal de Goiânia e a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor do Estado de Goiás (Decon) resultou na apreensão de seis toneladas de carne imprópria para consumo em um depósito clandestino no setor Balneário Meia Ponte, na capital goiana.

As equipes de fiscalização encontraram os produtos cárneos armazenados de forma irregular, sem documentação de procedência e em condições inadequadas. O depósito, situado em uma residência, operava sem registro nos órgãos competentes e não apresentava notas fiscais que comprovassem a legalidade da aquisição dos itens. Além disso, as carnes estavam guardadas em câmaras frias desligadas, com estruturas danificadas e emitindo mau cheiro.

No momento da operação, apenas um funcionário estava presente no local. As mercadorias apreendidas foram encaminhadas para o aterro sanitário de Goiânia. O proprietário do estabelecimento foi notificado e autuado em R$ 11 mil por infrações sanitárias. A Vigilância Municipal também emitiu uma autuação devido ao potencial risco de proliferação do mosquito da dengue nas instalações.

Janilson Júnior, gerente de Fiscalização Agropecuária da Agrodefesa, destacou que a ação foi desencadeada a partir de denúncia recebida pela agência. Ele ressaltou a importância das fiscalizações para assegurar a qualidade dos produtos destinados à população.

“É crucial que a sociedade esteja ciente de que produtos fora dos padrões e normas sanitárias representam riscos à saúde, além de prejudicar toda a cadeia produtiva que opera em conformidade com a legislação. Portanto, se tiverem conhecimento de estabelecimentos irregulares e clandestinos, é fundamental que entrem em contato com os órgãos competentes para que possam realizar as devidas verificações”, enfatizou Júnior.

Avalie o Post post

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo