BrasilEunício OliveiraJornal Folha de GoiásNotícias da PolíticaNotícias do Brasil Política

Política: Eunício Oliveira, presidente do Senado, reconhece financiamento público de campanha com fundos orçamentais existentes

Política: Eunício Oliveira, presidente do Senado, reconhece financiamento público de campanha com fundos orçamentais existentes
5 (100%) 4 votes

Eunício Oliveira, presidente do Senado, defende financiamento público de campanha com fundos orçamentais existentes para as próximas eleições

31/07/2017 – 20:51:22

O presidente do Senado, Eunice Oliveira (PMDB-CE), disse na segunda-feira (31) que defenderia uma reforma política para as próximas eleições que contribuem para o financiamento público da campanha dos fundos orçamentais existentes.

A sugestão do presidente do Senado prevê que o fundo para financiar as campanhas seria formado por recursos de emendas parlamentares de banco, recursos públicos provenientes das fundações das partes e também parte das despesas que as lendas têm com o pagamento de Inserções e programas eleitorais e eleitorais No rádio e na televisão, que são transmitidos à mídia. Apesar de ser conhecido como “tempo de eleição livre”, os organismos de radiodifusão recebem um pagamento pelo tempo dado.

A proposta do Eunício difere da apresentada pelo relator da reforma na comissão especial da Câmara, Vicente Cândido (PT-SP), que propôs a criação de um fundo de financiamento público chamado Fundo Especial para o Financiamento da Democracia, que teria 3, 5 bilhões Reais em 2018 e 2 bilhões de reais a partir de 2020.

“Acho que o projeto de Vicente, com todo o respeito que tenho com ele, está longe de ser ideal”, disse Eunice, que viaja para os Estados Unidos e falou por telefone. O presidente do Senado restringiu seus comentários à reforma política.

Eunicio sublinhou que o financiamento público deveria ser totalmente esclarecido e afirmou que não pode haver segredo previsível para doadores individuais, por exemplo. A proposta de Vicente Cândido prevê sigilo para doações até 3 salários mínimos.

Para entrar em vigor na eleição de 2018, as mudanças nas regras eleitorais devem ser aprovadas no início de outubro. A reforma, que está em um comitê especial da Câmara, ainda teria que passar pelo plenário da Câmara e do Senado.

Sistema

Eunice também pediu que as negociações sejam aceleradas para tentar aprovar pelo menos a criação de uma cláusula de barreira e o fim das coalizões proporcionais.

O senador considera que essas duas iniciativas reduziriam o número de partidos políticos que operam no Congresso.

Eunicio também favorece a aprovação de uma mudança no sistema de votação proporcional, de que forma são eleitos os deputados e conselheiros.

O presidente do Senado disse que apoiaria a adoção do voto do distrito puro para as eleições de 2018 – em que apenas todos os legisladores de maior ranking em uma determinada região de um estado são eleitos.

Hoje, os deputados são eleitos com votos de todo o estado e se beneficiam dos votos expressos para as partes (títulos de votos) e para a coalizão em que se encontra a legenda.

 

Política, Brasil, Senado Federal, Manchetes, Eunício Oliveira, Notícias da Política, Jornal Folha de Goiás 

Related Articles

Deixe uma resposta

Close