Brasil fortalece presença na Gulfood em Dubai, consolidando papel no mercado global do agronegócio

Avalie o Post post

Os Emirados Árabes Unidos, que se destacam como o 13º maior comprador de produtos do agronegócio brasileiro, recebem esta semana em Dubai a 29ª edição da Gulfood, a maior feira de alimentos e bebidas do Oriente Médio e uma das mais relevantes do mundo. Firmemente alinhado a esse evento de magnitude internacional, o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) reforça sua presença por meio de uma parceria institucional.

A delegação brasileira, liderada pelo secretário de Comércio e Relações Internacionais, Roberto Perosa, acompanhado pelo secretário-adjunto Julio Ramos e pelo diretor de Promoção Comercial e Investimentos, Marcel Moreira, marca presença em seis pavilhões especialmente organizados pela Apex Brasil em colaboração com importantes entidades setoriais, como a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC), totalizando cerca de 120 empresas nacionais.

Com a expectativa de transações comerciais na ordem de US$ 2,4 bilhões para o Brasil, o agronegócio brasileiro assume papel de destaque na feira, especialmente no segmento de proteínas animais, com ênfase na carne de frango halal, produzida de acordo com os preceitos e tradições islâmicas. Atualmente, o Brasil é líder mundial na exportação desse tipo de carne, e as projeções indicam um contínuo crescimento das exportações para esse mercado. Apenas no último ano, as exportações brasileiras para os Emirados Árabes alcançaram a marca de US$ 2,33 bilhões em produtos do agronegócio, sendo que a carne representou 54% desse total.

“Em resposta ao chamado do ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, visitamos a Gulfood e estivemos presentes em todos os estandes brasileiros. A feira tem superado nossas expectativas, com mais de 120 empresas brasileiras realizando negócios, o que não apenas contribui para o sucesso e o desenvolvimento do interior do país, mas também facilita a distribuição da produção nacional, abre novos mercados e proporciona oportunidades significativas para nossos produtores”, afirmou Roberto Perosa.

A localização estratégica da feira em Dubai a torna um ponto de encontro vital entre exportadores e importadores, especialmente dos países árabes, asiáticos e africanos, mercados de extrema importância para o agronegócio brasileiro. Mais de 150 mil visitantes de todo o mundo são esperados no evento.

“O governo brasileiro, mais uma vez, demonstra seu compromisso, estabelecendo um diálogo direto com as empresas. O apoio contínuo que temos recebido, refletido na abertura de novos mercados e na implementação de programas inovadores, é evidenciado pelas cifras que apresentamos ao Presidente da República: nos últimos 20 anos, os setores bovino, suíno e de aves geraram mais de um trilhão e duzentos e cinquenta bilhões de reais em receitas cambiais para o Brasil. É esse impacto que a presença do Ministério da Agricultura na feira amplifica, reafirmando o Brasil como um dos principais protagonistas globais no mercado de proteínas”, destacou Ricardo Santin, presidente da ABPA.

Além do Mapa, são parceiros institucionais da Gulfood a Embaixada do Brasil em Abu Dhabi, o Ministério das Relações Exteriores (MRE), o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira e diversas entidades setoriais, como ABIARROZ, BSCA, ABRAFRUTAS, ABIEC e IBRAFE.

Mostre mais

# Gil Campos

Gil Campos é jornalista, publicitário e fundador/diretor do Jornal Folha de Goiás, Jornal Opinião Goiás e Agência Ideia Goiás. Fale com Gil Campos Whatsapp (62) 99822-8647 [email protected] [email protected] [email protected]

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo