ANÚNCIO

Demolição dos Pontos de Ônibus de Concreto: Início das Transformações na Rede de Transporte de Goiânia e Região Metropolitana

Na manhã desta sexta-feira (15/03), uma mudança significativa marcará o cenário do transporte público em Goiânia e nas cidades vizinhas da Região Metropolitana. Todos os pontos de ônibus com estrutura de concreto serão demolidos, dando lugar a uma renovação que promete oferecer maior segurança e conforto aos usuários. O pontapé inicial ocorrerá às 7 horas, na Avenida T-2, no Setor Sol Nascente, em Goiânia.

O secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima, estará presente no local para fornecer informações à imprensa, acompanhado pelo subsecretário de Políticas para Cidades e Transportes, Miguel Angelo Pricinote, pelo presidente da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), Tarcisio Abreu, e pelo presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de Goiânia (SET), Adriano Oliveira.

O projeto Nova Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC), lançado em janeiro deste ano pelo Governo de Goiás em parceria com o consórcio das empresas que operam o sistema (Redemob), visa uma série de melhorias, incluindo a renovação da frota de veículos convencionais, a introdução de ônibus elétricos e a revitalização da infraestrutura de transportes do Eixo Anhanguera.

Pontos de Ônibus em Foco

Dentro do cronograma estabelecido, está prevista a demolição dos 865 abrigos de concreto da rede de transporte coletivo. Em seu lugar, serão construídos pontos com estrutura metálica, visando oferecer segurança e prevenir acidentes que coloquem em risco a vida ou a integridade física dos usuários. Laudos periciais foram realizados nestes abrigos para avaliar a condição estrutural, sendo identificados 230 em estado crítico, que serão substituídos prioritariamente.

A construção, recuperação e revitalização dos pontos de parada do transporte coletivo são medidas integrantes da Nova RMTC. Cerca de 7 mil abrigos serão alvo dessas melhorias, que incluem uma nova identificação, com informações sobre linhas de ônibus, horários e itinerários, além da instalação de placas de comunicação visual, buscando facilitar e melhorar a experiência dos passageiros.

Estas ações representam uma das etapas de um projeto que demandou um investimento total de R$1,6 bilhão, sendo R$400 milhões provenientes do Governo de Goiás através do subsídio ao transporte coletivo, e o restante aplicado pelo consórcio formado pelas concessionárias.

Manutenção Preventiva e Serviços Permanentes

Uma novidade importante é a introdução de investimentos permanentes em ações de recuperação e conservação dos pontos de ônibus, chamadas de manutenção preventiva. A Redemob será responsável pelo monitoramento constante do estado desses abrigos, realizando serviços regulares de limpeza, iluminação e acessibilidade nos locais de embarque e desembarque de passageiros.

Além disso, haverá a substituição de peças danificadas, pintura e instalação de novos itens de conforto e segurança, como bancos, lixeiras, câmeras e sensores.

“Todas essas ações são parte do projeto Nova RMTC, que visa recuperar e requalificar os serviços de transporte público coletivo na região metropolitana de Goiânia, em benefício dos usuários e da mobilidade urbana”, afirma Miguel Angelo Pricinote.

Detalhes do Serviço

  • Assunto: Início da retirada dos pontos de ônibus de concreto do sistema de transporte coletivo de Goiânia e Região Metropolitana
  • Data: 15/03 – sexta-feira
  • Horário: 7 horas
  • Local: Ponto de ônibus (Avenida T-2, Setor Sol Nascente, em frente à Faculdade Cambury)
Avalie o Post post

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo