ANÚNCIO

Goiás alcança recorde em atividade econômica, revela Banco Central

Em um marco histórico para Goiás, o estado registrou em dezembro de 2023 o seu pico de atividade econômica desde o início das medições em 2003, conforme indica o Índice de Atividade Econômica Regional (IBCR), divulgado pelo Banco Central. Com um avanço impressionante de 6,1% no acumulado do ano, Goiás não apenas superou sua própria marca dos últimos 13 anos mas também a média nacional, que foi de 2,4%.

Este notável crescimento econômico posicionou Goiás como o segundo estado que mais evoluiu economicamente no país em 2023, apenas superado pelo Paraná, que apresentou um crescimento de 7,8%. Além disso, o avanço econômico de Goiás excedeu o crescimento médio de 5,8% da região Centro-Oeste, conforme dados do Instituto Mauro Borges (IMB).

O Governador Ronaldo Caiado, ao falar sobre este desempenho excepcional, enfatizou o impacto de uma gestão eficiente. “É uma excelente notícia para nós, goianos. Vivenciamos o maior crescimento em 13 anos e somos o segundo estado com a maior taxa de crescimento. Isso mostra que, com uma gestão responsável e respeitosa com os recursos públicos, alcançamos melhorias significativas na qualidade de vida de nossa população,” declarou Caiado.

Adriano da Rocha Lima, Secretário-Geral de Governo, também celebrou os resultados alcançados. “Concluímos o ano de 2023 com resultados notáveis, permanecendo acima da média nacional. Esse êxito reflete os investimentos estratégicos realizados pela nossa gestão, que impulsionaram o desenvolvimento econômico do estado,” disse Adriano.

Erik Figueredo, diretor-executivo do IMB, reforçou a importância dos dados consolidados pelo índice. “Os números reafirmam as projeções feitas ao longo do ano pelo IMB. Estamos ansiosos para confirmar em breve um crescimento próximo a 6%, com o anúncio do nosso PIB estadual,” enfatizou Figueredo.

Quanto às variações específicas, a comparação interanual de dezembro de 2023 com o mesmo mês do ano anterior revelou um crescimento de 11,7% para Goiás, significativamente acima da média nacional de 1,4%. Na análise mensal com ajuste sazonal, o crescimento de Goiás foi de 1,9% de novembro para dezembro de 2023, contrastando com o aumento de 0,8% observado no Brasil.

Avalie o Post post

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo