ANÚNCIO

Goiás: Exportações saltam para US$ 665 milhões em fevereiro, crescimento de 14%

No último mês de fevereiro, Goiás testemunhou um notável aumento em suas exportações em comparação com janeiro de 2024, registrando um salto de US$ 584 milhões para os atuais US$ 665 milhões em produtos vendidos para o comércio exterior, conforme dados divulgados pela Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), através da Superintendência de Comércio Exterior e Atração de Investimentos Internacionais, com base nas estatísticas do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços.

Esse crescimento representa um aumento de quase 14% no acumulado de janeiro e fevereiro deste ano, elevando Goiás da 12ª para a 10ª posição entre os estados que mais exportaram.

Joel de Sant’Anna Braga Filho, titular da SIC, atribui esse desempenho à alta produtividade goiana e à qualidade reconhecida da produção local, que goza de boa reputação no mercado internacional.

De acordo com os dados da balança comercial, os principais produtos goianos exportados em fevereiro foram os derivados da soja, carnes e ferroliga. Os derivados da soja lideraram, representando 47,05% (US$ 313 milhões), seguidos por carnes com 21,56% (US$ 143 milhões) e ferroligas com 8,48% (US$ 56 milhões) do valor total das exportações.

No âmbito regional, destacam-se municípios como Rio Verde, Jataí e Mozarlândia, sendo os principais exportadores de produtos como soja, milho, algodão, e carnes.

Os principais destinos das exportações goianas incluem a China, Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha e Vietnã, entre outros países.

Em termos de saldo comercial, fevereiro registrou um saldo positivo de US$ 297 milhões, representando um aumento de US$ 197 milhões em relação a janeiro, com exportações totalizando US$ 665 milhões e importações US$ 368 milhões.

No ranking nacional, Goiás se posiciona em 10° lugar como o estado que mais exportou em fevereiro, enquanto ocupa a 11ª posição em importações.

No acumulado de janeiro e fevereiro, as exportações totalizaram US$ 1,266 bilhão, enquanto as importações alcançaram US$ 852 milhões, gerando um superávit comercial de US$ 413,62 milhões.

Avalie o Post post

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo