Inauguração do Projeto de Fruticultura Irrigada do Vão do Paranã por Ronaldo Caiado beneficia produtores regionais

5/5 - (10 votes)

Lançado pelo governador Ronaldo Caiado em 13 de dezembro, o Projeto de Fruticultura Irrigada do Vão do Paranã, uma iniciativa do Governo de Goiás, promete beneficiar 150 produtores no nordeste do estado. Caiado destacou o projeto como um passo crucial para revitalizar a economia local, promovendo uma vida mais próspera para os produtores através de tecnologias avançadas de cultivo.

Focando no cultivo de manga e maracujá, o projeto conta com um investimento de R$ 9,8 milhões para infraestrutura de irrigação, oferecida pela Codevasf. Os interessados podem se inscrever até 27 deste mês, no primeiro edital de seleção.

Pedro Leonardo, secretário da Agricultura, ressaltou as vantagens climáticas e logísticas da região, próximas a centros consumidores como Brasília e Goiânia. O projeto estima que cada hectare cultivado possa gerar mais de R$ 210 mil em receita bruta, abrangendo uma área total de 296 hectares.

Altran Avelar, prefeito de Flores de Goiás, expressou a esperança renovada dos agricultores locais. Edgar Santos, um dos participantes do projeto piloto, incentivou outros produtores a se juntarem, visando alavancar o desenvolvimento e superar a pobreza na região.

O evento contou com a presença do embaixador de Israel no Brasil, Daniel Zonshine, interessado em estabelecer uma cooperação agrícola com Goiás, dada a expertise israelense em agricultura.

Com planos de expansão, o projeto tem autorização para eventualmente atender até 2 mil famílias, com ênfase na agricultura familiar e assentados da reforma agrária, integrando-se às políticas do Goiás Social.

Para se inscrever, os agricultores devem acessar o site www.agricultura.go.gov.br. Após a inscrição, haverá uma avaliação técnica das propriedades, e as selecionadas receberão sistemas de irrigação e assistência técnica para o manejo da produção.

Além disso, Caiado inaugurou duas pontes de concreto na GO-236, em Flores de Goiás, substituindo antigas estruturas de madeira, melhorando a conexão com Alvorada do Norte e a infraestrutura local, um investimento de R$ 1,6 milhão pelo Estado.

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo