Início das entregas de auxílio na Operação Goiás Alerta e Solidário

Avalie o Post post

A primeira etapa do comboio humanitário da Operação Goiás Alerta e Solidário 2023/2024, promovida pelo governo estadual, partiu de Goiânia nesta segunda-feira, 06 de novembro, com destino à região Norte do estado. A partir de terça-feira, 07 de novembro, a iniciativa do Goiás Social distribuirá quase 19 mil (18.903) benefícios sociais em 31 municípios. O objetivo principal é oferecer proteção e garantir dignidade a famílias em situação de vulnerabilidade social que residem em áreas de risco, e que podem ser afetadas por fortes chuvas previstas entre dezembro de 2023 e fevereiro de 2024, conforme informações do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (CimehGO).

Nesta primeira etapa da Operação, a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) entregará benefícios sociais a 1.140 famílias mapeadas em parceria com as prefeituras municipais. Dessas, 995 são de áreas rurais e 145 de áreas urbanas. Os auxílios incluem 7 mil pacotes do Mix do Bem (um alimento de preparo fácil contendo arroz, proteína de soja, cenoura, tomate, alho e cebola desidratados), 8.084 cobertores, 1.144 filtros de barro e 2.675 benefícios eventuais, como cadeiras de rodas, bengalas, fraldas descartáveis, kits de enxovais para bebês e leite.

A previsão é que todo o trabalho seja concluído até 25 de novembro. Para garantir uma logística ágil e estabelecer uma reserva de itens de emergência, foram criados sete pontos de estoque em Campos Belos, Ceres, Goianésia, Itaberaí, Niquelândia, Planaltina e Posse. A escolha desses locais estratégicos visa atender às áreas mais afetadas.

A primeira fase das entregas na Operação Goiás Alerta e Solidário 2023/2024 beneficiará famílias nos seguintes municípios: Alto Paraíso de Goiás, Campinaçu, Carmo do Rio Verde, Cavalcante, Colinas do Sul, Flores de Goiás, Formoso, Goianésia, Guaraíta, Guarinos, Heitoraí, Hidrolina, Itaguaru, Itapaci, Itapuranga, Niquelândia, Nova América, Padre Bernardo, Pilar de Goiás, Planaltina, Posse, Rialma, Rianápolis, Rubiataba, Santa Isabel, São João D’ Aliança, São Luiz do Norte, São Patrício, Teresina de Goiás, Uruana e Vila Propício.

“Aqui em Goiás, conseguimos montar essa ação preventiva para minimizar os problemas que podem surgir. Estaremos mais uma vez prontos com uma estrutura preparada para atender as regiões mais afetadas. Nossa missão é salvar vidas e evitar tragédias maiores”, afirma a primeira-dama e coordenadora do Goiás Social, Gracinha Caiado.

Combate às vulnerabilidades A Operação Goiás Alerta e Solidário, lançada pelo governador Ronaldo Caiado em outubro deste ano, segue os moldes do Nordeste Solidário, uma iniciativa que atuou no combate às vulnerabilidades dos municípios atingidos por chuvas. Graças ao trabalho preventivo do Goiás Social, houve uma redução no número de municípios que declararam situação de emergência, de 24 em 2021 para oito em 2022.

A Operação Goiás Alerta e Solidário mobiliza diversas áreas do governo estadual e inclui ações preventivas, de socorro e de reconstrução. Além das entregas de benefícios, o plano de contingência também abrange serviços de recuperação e manutenção da malha asfáltica, busca e resgate com equipes especializadas, entre outros.

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo