Jornal Folha de Goiás – Tecnologias auxiliam agricultor do AgroNordeste a produzir mais e com sustentabilidade

Produtor de caprinos e bovinos de leite, em Sumé (PB), Luciano de Oliveira Souza é um dos agricultores atendidos pelo AgroNordeste nos últimos dois anos. Em 2020, recebeu assistência técnica da Embrapa para cultivar e inserir na alimentação dos animais o Cardápio Forrageiro e implantar o sistema de produção que propõe a Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), tecnologias que trouxeram mais qualidade e sustentabilidade para a produção.

Segundo Luciano Souza, a utilização das novas tecnologias, trazida pelo AgroNordeste, possibilitou um ganho de produtividade e renda. “Sem muito conhecimento, até 2019, eu criava os animais da forma errada, não dava atenção à questão da dieta e da sanidade. O resultado era perda de animais e a baixa produtividade. Com a inserção das plantas forrageiras como a Moringa, a Gliricídia e a Palma na silagem, diminuímos o gasto com concentrado e aumentamos o ganho nutricional, a qualidade e a quantidade do leite. Decisão que gerou aumento da renda e nos deixou bem satisfeitos”, conta.

Na busca pela otimização do uso da terra e a sustentabilidade na criação de caprinos, o agricultor, sob a orientação técnica, está implementando em sua propriedade o ILPF, passando a utilizar diferentes sistemas produtivos (agrícolas, pecuários e florestais) dentro de uma mesma área. Entusiasmado, ele conta como está sendo preparado o “cercado”.  “Em 100 metros de largura, são intercalados 15 metros de comprimento com capim búfalo e 15 metros de comprimento de vegetação nativa. Nesse espaço, damos aos caprinos boa pastagem, água e sombra. Como resultado, temos animais de qualidade a um baixo custo e utilizando uma forma de produção correta ambientalmente”.

O produtor disse que, até o fim do ano, pretende ampliar o plantel de cabras, que tem dado um resultado mais favorável com as novas tecnologias. Ele também cita o aumento concedido pelo Governo Federal, em 2021, no preço e na quantidade de litros/dia que podem ser vendidos ao Programa Alimenta Brasil.

Mais sobre o AgroNordeste

O Plano AgroNordeste foi lançado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em 2019, para impulsionar, por meio da integração de ações e políticas públicas, o desenvolvimento econômico, social e sustentável da Região Nordeste e do norte de Minas Gerais e Espírito Santo. Com o apoio de uma importante rede de parceiros, conjuga ações que visam o fortalecimento das cadeias produtivas, ampliando o potencial de sucesso dos agricultores familiares da zona semiárida, em 16 territórios.

 

 

Informação: MAPA

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
error: O conteúdo está protegido!