Novo decreto do prefeito Vilmar garante abono salarial a todos os servidores da educação em Aparecida de Goiânia

Avalie o Post post

O prefeito Vilmar Mariano assina um novo decreto que garante o pagamento de abono salarial para todos os servidores da Educação no município de Aparecida. O benefício, referente ao ano de 2023, será financiado pelo Tesouro Municipal e beneficiará mais de cinco mil profissionais que compõem a Rede Municipal de Educação. A decisão foi oficializada através da publicação do decreto no Diário Oficial Eletrônico de Aparecida nesta sexta-feira.

O abono salarial abrangerá diversas categorias de profissionais da Educação, incluindo professores, auxiliares administrativos, merendeiros e auxiliares de serviços gerais. De acordo com a Secretaria da Fazenda, o valor a ser pago corresponderá a 50% do salário de cada servidor e será disponibilizado no mês de janeiro de 2024. O prefeito Vilmar Mariano destacou que essa medida visa reconhecer e valorizar o comprometimento dos servidores municipais da Educação ao longo do ano de 2023.

“Com este bônus salarial, estamos expressando nosso reconhecimento pelo esforço de cada trabalhador que dedicou seu tempo e energia para proporcionar uma educação de qualidade aos estudantes de nossas escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis)”, afirmou o prefeito.

A secretária de Educação, professora Idelma Oliveira, ressaltou que o pagamento do abono é mais uma prova do compromisso de Aparecida de Goiânia com a promoção de uma educação pública de excelência e com a valorização de seus servidores.

“No final das contas, quem mais se beneficia com essas ações são os alunos. Graças a essas e a outras medidas adotadas pela Prefeitura, temos visto uma constante melhoria no desempenho educacional de nossos estudantes. Com nossos profissionais motivados, aprimoraremos ainda mais a qualidade das aulas e a aprendizagem”, enfatizou a secretária de Educação.

Mostre mais

Jornalista Samira Jorge

Samira Helene Brito Jorge é jornalista e editora-geral do jornal Folha de Goiás desde 2012. E-mail: [email protected]

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo