ANÚNCIO

Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Seleções: Lula Anuncia Investimentos de R$ 23 Bilhões

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva revelou hoje, em Brasília, os detalhes de 16 das 27 modalidades do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Seleções, destinado a atender projetos prioritários apresentados por estados e municípios. Com um investimento total de R$ 23 bilhões, as iniciativas abrangem áreas cruciais como saúde, educação e infraestrutura social e inclusiva.

Durante seu discurso, Lula enfatizou que a seleção das obras do PAC Seleções priorizou regiões com deficiências assistenciais, identificando necessidades específicas em cada modalidade. “Eu não posso olhar o prefeito e sua filiação política, embora seja importante considerar isso, mas é crucial olhar para as necessidades do povo, identificando as regiões que mais precisam desses investimentos”, declarou o presidente, assegurando que nenhum local será deixado de fora.

Além de atender diretamente às demandas da população, um dos principais objetivos do programa é impulsionar a geração de empregos e renda. Lula instou os gestores a identificar e superar os obstáculos burocráticos para dar início às obras. “Estamos anunciando há meses uma grande quantidade de obras, mas muitas delas ainda não começaram. Precisamos retomá-las, superando desafios como empresas que não existem mais ou abandonaram os projetos”, explicou.

O presidente também enfatizou seu compromisso de visitar estados e municípios para verificar a implementação das obras anunciadas. A lista completa das obras contempladas no PAC Seleções está disponível no site da Casa Civil da Presidência, órgão responsável pela coordenação do programa.

Das 16 modalidades anunciadas, os Ministérios da Saúde, Educação, Cultura e Esporte serão os responsáveis pela execução. Rui Costa, ministro da Casa Civil, explicou que as modalidades sob responsabilidade do Ministério das Cidades serão tratadas em uma etapa posterior, devido à complexidade dos projetos, como macrodrenagem e mobilidade urbana.

A saúde receberá a maior fatia dos recursos anunciados, com R$ 11,6 bilhões destinados a projetos como implantação de policlínicas, UBSs e ambulâncias do Samu. A educação contará com R$ 10,6 bilhões para escolas em tempo integral e transporte escolar, enquanto o Ministério da Cultura terá R$ 430,9 milhões e o Ministério do Esporte, R$ 360 milhões, para seus respectivos projetos.

Com um investimento total previsto de R$ 65,5 bilhões nesta primeira etapa, o PAC Seleções tem como objetivo impulsionar o desenvolvimento em todo o país. A segunda fase, com mais R$ 70,8 bilhões, está prevista para o início de 2025, permitindo a participação dos prefeitos eleitos neste ano no Novo PAC.

O Novo PAC, lançado por Lula em agosto do ano anterior, prevê investimentos públicos e privados totalizando R$ 1,7 trilhão. Além do PAC Seleções, os municípios também se beneficiarão da retomada das obras paralisadas, contribuindo para a geração de empregos, redução das desigualdades sociais e regionais, e o crescimento econômico.

Para mais informações sobre as obras do Novo PAC, por estado, acesse o site da Casa Civil da Presidência.

Avalie o Post post

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo