Novo recorde: Setor de serviços de Goiás cresce pelo 34º mês consecutivo

Avalie o Post post

O setor de serviços em Goiás continua em uma impressionante trajetória de crescimento, atingindo 34 meses consecutivos de expansão na comparação interanual. No mês de novembro, o estado registrou um aumento acumulado de 6,9% no ano, superando significativamente a média nacional de 2,7% no mesmo período.

Em um comparativo de 12 meses, Goiás também se destacou, com um crescimento de 6,8%, enquanto o país registrou uma variação de apenas 3%. Isso posicionou Goiás em 8º lugar entre todas as unidades federativas do Brasil nesse indicador.

Na comparação com novembro de 2022, o estado de Goiás continuou sua ascensão, registrando um crescimento de 3,7%, enquanto o Brasil teve uma queda de 0,3%. Esses dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), e validados pelo Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (IMB) em uma divulgação realizada nesta terça-feira (16/01).

O secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima, destacou a importância desse notável crescimento no setor de serviços do estado, afirmando que ele reflete o sucesso das políticas públicas de desenvolvimento implementadas pelo governo.

“Trata-se de um crescimento impressionante. São 34 meses seguidos, que demonstram que as políticas públicas de desenvolvimento implantadas pelo governo estão dando bons resultados”, afirmou.

Joel de Sant’Anna Braga Filho, titular da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), complementou dizendo que o setor de serviços em Goiás desempenha um papel fundamental na geração de renda e empregos, comprometendo-se a continuar trabalhando para manter uma gestão eficiente em 2024.

O diretor-executivo do IMB, Erik Figueiredo, enfatizou que o setor de serviços é conhecido por sua capacidade de absorção de mão de obra e ressaltou que esse desempenho positivo terá um impacto significativo na economia, impulsionando o PIB e gerando mais oportunidades de emprego em Goiás.

Os índices positivos foram impulsionados principalmente pelas atividades de transporte, serviços auxiliares aos transportes e correio, seguidos pelos serviços de informação e comunicação, que apresentaram variações de 10,9% e 11,4% no acumulado do ano, respectivamente. No comparativo de 12 meses, esses setores também se destacaram, registrando crescimentos de 10,1% e 11,4%, mostrando o papel vital que desempenham no crescimento do setor de serviços em Goiás.

A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) oferece indicadores que permitem monitorar o comportamento do setor de serviços no país, analisando a receita bruta das empresas formalmente constituídas, com 20 ou mais pessoas ocupadas, cuja principal atividade é um serviço não financeiro, excluindo as áreas de saúde e educação.

Mostre mais

# Gil Campos

Gil Campos é jornalista, publicitário e fundador/diretor do Jornal Folha de Goiás, Jornal Opinião Goiás e Agência Ideia Goiás. Fale com Gil Campos Whatsapp (62) 99822-8647 [email protected] [email protected] [email protected]

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo