ANÚNCIO

Baixa Adesão à Vacina Contra a Dengue: Apenas 2 em 10 Doses Distribuídas pelo SUS Foram Aplicadas

Apenas 250 mil das 1,2 milhão de doses de vacina contra a dengue distribuídas pelo governo federal para 521 municípios foram aplicadas até o momento, conforme anunciado nesta sexta-feira (8) pelo diretor do Departamento do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, Eder Gatti.

Durante uma coletiva de imprensa, Gatti ressaltou que, até o momento, foram registradas apenas 365 mil doses aplicadas. Além da estratégia do SUS, algumas iniciativas específicas, como a realizada em Dourados (MS), onde toda a população local com idade entre 4 e 59 anos está sendo imunizada em parceria com o fabricante da Qdenga, também contribuem para esse número.

Inicialmente, o Ministério da Saúde havia distribuído doses para crianças de 10 e 11 anos. Porém, diante da baixa procura pela imunização e do vencimento próximo das doses, o ministério decidiu ampliar a faixa etária, agora incluindo adolescentes de 12 a 14 anos.

Contexto:

O Ministério da Saúde selecionou 521 municípios de 16 estados brasileiros, além do Distrito Federal, para iniciar a vacinação contra a dengue via Sistema Único de Saúde (SUS) em fevereiro. Essas cidades estão localizadas em 37 regiões de saúde consideradas endêmicas para a doença.

O público-alvo da imunização são crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, faixa etária com maior incidência de hospitalizações por dengue, segundo dados de janeiro de 2019 a novembro de 2023, totalizando 16,4 mil hospitalizações, ficando atrás apenas dos idosos, para os quais a vacina não foi autorizada.

Alerta aos Pais:

A pediatra Natália Bastos, que atende há mais de 15 anos desde recém-nascidos até adolescentes em Brasília, enfatizou a explosão de casos de dengue e fez um apelo aos pais para que vacinem seus filhos.

Bastos destacou a segurança da vacina Qdenga, feita com o vírus atenuado, ressaltando que não é uma vacina nova e passou por rigorosos estudos. Ela informou que o esquema vacinal completo, com duas doses, proporciona cerca de 80% de eficácia, com efeitos colaterais mínimos, especialmente em comparação com os sintomas da dengue.

Anteriormente, a vacina estava disponível apenas em clínicas privadas com um custo médio entre R$ 400 e R$ 500. Agora, está disponível gratuitamente nos centros de saúde, levando a pediatra a convidar todos os pais a vacinarem seus filhos de 10 a 11 anos com urgência.

Avalie o Post post

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo