Inflação prévia de 2023 encerra em 4,72%, abaixo dos 5,90% de 2022, segundo o IBGE

Avalie o Post post

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), considerado uma prévia da inflação oficial do Brasil, fechou o mês de dezembro em 0,40%, representando um aumento de 0,07 ponto percentual em relação ao mês anterior, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O principal impulsionador desse aumento foi o preço das passagens aéreas, que registrou um aumento de 9,02% no mês, contribuindo com 0,09 ponto percentual para o resultado final. Isso fez com que o grupo de transportes tivesse o maior impacto na inflação mensal, com uma contribuição de 0,16 ponto percentual. Durante todo o ano de 2023, os preços das passagens de avião acumularam uma alta significativa de 48,11%.

Por outro lado, os preços dos combustíveis apresentaram uma queda de 0,27% em dezembro, com destaque para a redução no preço do óleo diesel (0,75%), etanol (0,35%) e gasolina (0,24%), enquanto o gás veicular teve um leve aumento de 0,08%.

O segundo maior impacto no aumento dos preços em dezembro veio do grupo de alimentação e bebidas, que teve uma elevação de 0,54%. Os alimentos consumidos em casa subiram 0,55% no mesmo período, com aumentos significativos nos preços da cebola (10,63%), batata-inglesa (10,32%), arroz (5,46%) e carnes (0,65%). Em contrapartida, o preço do tomate caiu 7,95% e o leite longa vida teve uma queda de 1,91%. A alimentação fora de casa teve um aumento de 0,53%.

Ao analisar o acumulado de 12 meses, dos nove grupos monitorados pelo IBGE, apenas o grupo de artigos de residência apresentou uma queda nos preços, com uma redução de 0,03%. Os grupos de alimentação e bebidas (0,83%), habitação (4,94%), vestuário (3,39%), transportes (7,41%), saúde e cuidados pessoais (7,31%), despesas pessoais (5,54%), educação (8,20%) e comunicação (2,85%) tiveram aumentos em seus preços durante esse período.

O índice IPCA fechado do mês de dezembro e do ano de 2023 será divulgado no dia 11 de janeiro. Com um IPCA-15 de 4,72% para o ano de 2023, abaixo dos 5,90% registrados em 2022, a expectativa para o resultado final do ano é aguardada com interesse pelos analistas econômicos e pelo público em geral.

Mostre mais

Jornalista Samira Jorge

Samira Helene Brito Jorge é jornalista e editora-geral do jornal Folha de Goiás desde 2012. E-mail: [email protected]

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo