Alerta da OMS: Cresce o Número de Falsificações do Ozempic

Avalie o Post post

A Organização Mundial da Saúde (OMS) voltou a emitir um alerta sobre o aumento de falsificações de medicamentos, especificamente aqueles indicados para o tratamento do diabetes tipo 2 e perda de peso, como a semaglutida. Este composto é o princípio ativo do Ozempic, uma caneta de aplicação subcutânea usada para controlar o apetite.

Em outubro de 2023, foram identificados três lotes falsificados do Ozempic no Brasil, Reino Unido e Irlanda do Norte, e em dezembro de 2023, nos Estados Unidos. “O Sistema Global de Vigilância e Monitorização da OMS tem observado um aumento nos relatórios sobre produtos falsificados de semaglutida em todas as regiões geográficas desde 2022.”

A OMS também destacou que a crescente demanda por esses medicamentos tem levado a um aumento nos relatos de falsificação. “Esses produtos falsificados podem causar sérios danos à saúde, pois podem não conter os ingredientes necessários, resultando em complicações de saúde devido a níveis de glicose e peso não controlados”, alertou a entidade.

Para se proteger, a OMS recomenda que os pacientes comprem medicamentos apenas com receita médica de profissionais licenciados e evitem fontes não verificadas, especialmente online. “Verificar a embalagem e o prazo de validade dos medicamentos ao comprá-los e garantir seu armazenamento adequado, como manter semaglutidas injetáveis na geladeira, são medidas importantes para evitar riscos.”

Mostre mais

# Gil Campos

Gil Campos é jornalista, publicitário e fundador/diretor do Jornal Folha de Goiás, Jornal Opinião Goiás e Agência Ideia Goiás. Fale com Gil Campos Whatsapp (62) 99822-8647 [email protected] [email protected] [email protected]

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo