Governo de Goiás sorteia casas a custo zero em Anhanguera

Menor município do estado é contemplado com 30 moradias. Sorteio das famílias habilitadas foi realizado nesta segunda-feira.

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab) e da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), sorteou nesta segunda-feira (28/08) 30 casas a custo zero do programa Pra Ter Onde Morar – Construção, em Anhanguera, na região Sudeste. Menor cidade de Goiás, Anhanguera tornou-se emblemática no atendimento do programa, como prova que o Estado prioriza absolutamente todos os perfis de municípios.

A balconista Ana Clara Campos, de 24 anos, sabe bem o valor do suporte do Governo de Goiás para a habitação em um município pequeno. Sorteada nesta segunda-feira, ela agora tem certeza que deseja permanecer com a família na cidade. “É difícil porque você recebe pouco, aí acaba pesando ao ter que pagar aluguel e as coisas de filho. Eu nunca imaginava que seria sorteada. Espero logo estar com vida nova”, planeja a jovem mãe.

A população de Anhanguera, segundo o IBGE é de 924 habitantes, conforme o Censo 2022. A área total é de 44 km², o que faz dele o menor município de Goiás, tanto em população, quanto em área. O presidente da Agehab, Alexandre Baldy, destaca que o atendimento do Governo de Goiás aos pequenos municípios é emblemático. “Não existe distinção entre grandes ou pequenos núcleos. Para o governador Ronaldo Caiado todas as cidades goianas terão a mesma chance de atendimento”, ressalta.

Idealizador e articulador da modalidade, o secretário de Infraestrutura Pedro Sales afirma que a parceria com as prefeituras é fundamental para que as moradias saiam a custo zero para as famílias de todos os cantos de Goiás. “O governador determinou que o programa se iniciasse primeiro pelos pequenos municípios, justamente para estimular que as famílias ficassem em seus municípios de origem. O objetivo é atingir famílias em vulnerabilidade, que não teriam condições de pagar um financiamento, mesmo que subsidiado”, observa.

É a dificuldade que teria o aposentado Vicente Gomes Chagas, 65 anos, também sorteado nesta segunda-feira. “Estou muito feliz, eu jamais esperava que iria conseguir ganhar uma casa”, comemorou. “Minha vida é muito simples, sou aposentado, ganho salário mínimo. É uma vida difícil, mas a partir de agora vai melhorar. De agora para frente é a maior alegria”, completa.

Após o sorteio, as famílias terão de comprovar com documentos que atendem todos os requisitos do edital, entre eles renda familiar até 1 salário mínimo e morar na cidade há pelo menos 3 anos. Como tudo confirmado, elas se tornam efetivamente beneficiárias do programa. Atualmente, as casas a custo zero já estão em 130 municípios goianos, com 6 mil moradias contratadas. Algumas delas já foram entregues, como em Rio Verde, Mairipotaba e Hidrolândia.

Fotos: Octacílio Queiroz-Agência Goiana de Habitação | Secretaria de Estado da Infraestrutura – Governo de Goiás
5/5 - (10 votes)
Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo