Jornal Folha de Goiás – Brasil alcança recorde de exportação de US$ 140 bilhões impulsionado por aumento de 10% no volume

Avalie o Post post

No período entre janeiro e outubro deste ano, o Brasil celebrou um marco significativo no cenário de exportações, atingindo um valor de US$ 140 bilhões, marcando um crescimento de 3% em comparação ao ano anterior. Esses dados foram anunciados por Roberto Perosa, secretário de Comércio e Relações Internacionais, durante um encontro matutino no Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), onde jornalistas especializados estiveram presentes.

O propósito desse encontro foi a apresentação do balanço anual da secretaria, abordando temáticas como a abertura de novos mercados, a balança comercial e iniciativas de recuperação e conversão de pastagens degradadas, além de explorar a dinâmica das relações internacionais do Brasil com seus parceiros comerciais.

Perosa atribuiu o aumento registrado ao preço acessível das commodities em comparação ao ano anterior, além de elogiar os esforços conjuntos do Governo Federal e dos produtores rurais na expansão do acesso a alimentos em nível global. Destacou-se o setor da soja, que experimentou um incremento de quase US$ 5 bilhões nesse contexto.

Quanto às aberturas de mercado, foram identificados 71 novos mercados até o momento, com ênfase nos avanços conquistados na Colômbia com farinha e óleo de peixe, bem como no Japão com carnes enlatadas bovina e suína, além de extratos de carne bovina e suína.

Perosa enfatizou a importância da retomada do diálogo regional, evidenciando a relevância desse momento na geopolítica, ressaltando o papel do presidente Lula nessa dinâmica.

Essa retomada das relações comerciais não apenas viabiliza a entrada de produtos brasileiros em novos mercados internacionais, mas também facilita a reciprocidade, permitindo a entrada de produtos de outros países no território brasileiro.

Durante a coletiva, foi anunciada a visita do órgão sanitário chinês (GACC) ao Brasil no início de dezembro para inspecionar 18 plantas frigoríficas, o que poderia resultar na habilitação para exportação. O secretário expressou otimismo em relação a essa visita e às possíveis tratativas.

Perosa também destacou a participação ativa do Brasil no âmbito do G20, anunciando que o país sediará a próxima reunião da cúpula e que, em conjunto com outros ministérios, estão preparando encontros voltados para questões agrícolas a partir de janeiro de 2024.

Outro ponto abordado foi a presença do Brasil na COP28, prevista para acontecer em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. O secretário salientou o potencial do país na transição energética, destacando a matriz energética e a contribuição do setor agropecuário nesse processo.

O evento também evidenciou o Plano ABC+, com um volume expressivo de recursos direcionados para a agricultura de baixo carbono e a conversão de áreas degradadas em áreas agriculturáveis, enfatizando um investimento de cerca de 120 bilhões de dólares nos próximos 10 anos.

Além disso, Perosa anunciou uma viagem oficial ao México para tratar da retomada das exportações de suínos e da desoneração de impostos sobre produtos de origem animal, em uma comitiva da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais.

A coletiva contou com a presença de outros representantes, incluindo Marco Alencar, Ana Lúcia Gomes, Marcel Moreira, Carolina de Sá e Carla Madeira, reforçando a abrangência e importância das discussões realizadas durante o encontro.

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo