Jornal Folha de Goiás – Saques na poupança alcançam R$ 3,31 bilhões em novembro: Quinto mês de saldo negativo

Avalie o Post post

Pela quinta vez consecutiva, a caderneta de poupança enfrentou uma queda no saldo, com mais saques do que depósitos registrados no último mês. Em novembro, as saídas superaram as entradas em R$ 3,31 bilhões, conforme revelado pelo relatório divulgado nesta sexta-feira (8) pelo Banco Central, em Brasília.

Apesar do resultado negativo, é importante destacar que o montante foi menor do que o observado em novembro de 2022, quando os brasileiros retiraram R$ 7,42 bilhões a mais do que depositaram na poupança. Em comparação com o mês anterior, a diferença foi significativa, visto que outubro de 2023 registrou uma saída líquida de R$ 12,16 bilhões.

No decorrer do último mês, foram aplicados R$ 326,57 bilhões, enquanto os saques totalizaram R$ 329,88 bilhões. Os rendimentos creditados nas contas de poupança somaram R$ 5,41 bilhões.

Considerando o resultado de novembro, a poupança acumula uma retirada líquida de R$ 101,59 bilhões no ano. Ao longo dos onze meses, somente em junho ocorreram mais depósitos do que saques, totalizando entradas líquidas de R$ 2,59 bilhões. Em todos os outros meses, as saídas foram predominantes.

No ano de 2022, a caderneta de poupança registrou uma fuga líquida recorde de R$ 103,24 bilhões, em meio a um cenário de alta inflação e endividamento. Em contrapartida, em 2020, a poupança havia apresentado uma captação líquida recorde de R$ 166,31 bilhões, impulsionada pela instabilidade no mercado de títulos públicos no início da pandemia de COVID-19 e pelos depósitos do auxílio emergencial nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal.

Mostre mais

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo